4 de out de 2010

Festa de São Francisco de Assis




No dia 04 de outubro Frei José Lino celebrou na Capela do Mosteiro a Missa da Solenidade de São Francisco. Partilhamos abaixo o texto da celebração. Já no sábado, dia 02 de outubro, Frei José Lino celebrou também no Mosteiro, tendo por animadores da Missa o casal Elisa e Luís, com as crianças e jovens que no final apresentaram um teatro da vida e da vocação de Francisco e distribuíram lembrancinhas. Esse grupo de jovens chama-se Amigos Solidário pela Vida.








Missa de São Francisco de Assis
04 de outubro





1- COMENTÁRIO INICIAL
Com. Celebramos hoje a festa de São Francisco de Assis, que foi chamado de “quase Cristo redivivo”. Francisco de Assis é o exemplo de quem se converte e dedica a vida toda aos irmãos e irmãs, por amor de Deus. Quis desapegar-se de todas as coisas por causa do Cristo pobre e servidor, apaixonando-se pela Senhora Pobreza, que o Filho de Deus amou em sua peregrinação terrena. Enriqueceu a Igreja com seu exemplo de fidelidade ao Evangelho e entusiasmou milhares de pessoas, que o seguiram na conversão, na virtude e no serviço ao próximo. Iniciemos com o canto de acolhida...

2- ACOLHIDA
P. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Todos: Amém.
P. A todos que estão participando desta celebração, “saúdo com reverente dedicação e desejo a verdadeira paz do céu e sincera caridade no Senhor”.  Todos: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!

3- ATO PENITENCIAL
P. São Francisco de Assis viveu a sua conversão como um processo constante em sua vida. E nós, como estamos respondendo aos apelos de mudança que nos vem de Deus? (pausa)
Leit. Os primeiros discípulos de São Francisco “se amavam com entranhado amor, e cada um servia o irmão como a mãe nutre seu filho único e dileto. Ardia tanto neles a caridade, que estavam prontos a dar a vida um pelo outro.”
Com. Pelas nossas mentiras e desinteresses, pelo nosso desamor e egoísmo, pela falta de unidade e espírito fraterno: Senhor, tende piedade de nós! Todos: Senhor, tende piedade de nós!
Leit. “Ao entrar em Sena, soube São Francisco que havia homens combatendo. Chegando-se a eles, pregou-lhes e os conduziu à paz e grande união”
Com. Pelas vezes que não somos pessoas de paz, pelas vezes que espalhamos a discórdia, pelas vezes que praticamos a violência, com atitudes e palavras, Cristo, tende piedade de nós! Todos: Cristo, tende piedade de nós!
Leit. “São Francisco ouviu, um dia, um irmão maltratar um mendigo importuno. Ordenou ao irmão: ‘Tira o hábito, lança-te aos pés deste pobre, reconhece publicamente a tua falta, pede-lhe perdão e que reze por ti’. O outro obedeceu humildemente, e Francisco lhe disse com bondade: ‘Quando vês um pobre, irmão, é a imagem do Senhor e de sua pobre Mãe que tens diante dos olhos.”
Com. Pelas vezes que nos irritamos com os pobres, que não respeitamos os seus direitos, pelas vezes que tivemos vergonha de ajudar os necessitados: Senhor, tende piedade de nós! Todos: Senhor, tende piedade de nós!
P. “Por sua inefável misericórdia, e o inaudito sofrimento de seu dileto Filho Jesus Cristo, pela poderosa intercessão da beatíssima Virgem Maria, pelos méritos e súplicas de todos os santos, perdoe-nos o Senhor Deus os nossos pecados”
Todos: Amém.

4- HINO DE LOUVOR

5- Oração
P. Ó Deus, que fizestes São Francisco de Assis assemelhar-se ao Cristo por uma vida de humildade e pobreza, concedei que, trilhando o mesmo caminho, sigamos fielmente o vosso Filho, unindo-nos convosco na perfeita alegria. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Todos: Amém.

6- Primeira LEITURA
Com. “Como um luzeiro, o Senhor ergueu Francisco diante dos que crêem, a fim de que, dando ele próprio testemunho da luz, preparasse ao Senhor os corações dos fiéis nas veredas da luz e da paz!”

Leitura do Livro do Eclesiástico (50,1.3-7)
Eis quem durante sua vida restaurou a Casa de Deus e consolidou os fundamentos da altura do pórtico, o alto contraforte da muralha do templo. Em seus dias foi talhado o reservatório das águas, com o perímetro do mar. Foi zeloso em preservar da ruína o seu povo. Fortificou a cidade para o caso de cerco. Foi bastante poderoso para aumentar a cidade. Conquistou glória em suas relações com a nação, e alargou a entrada do templo e do átrio. Era como a estrela da manhã no meio das nuvens, como a lua cheia nos dias de festa, como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo. Palavra do Senhor!              
Todos: Graças a Deus!

7 – Salmo responsorial (Sl 15)
Refrão: Ó Senhor, sois minha herança!
Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio!
Digo ao Senhor: “Somente vós sois meu Senhor!
Ó Senhor, sois minha herança e minha taça,
meu destino está seguro em vossas mãos!”
Eu bendigo o Senhor, que me aconselha,
e até hoje me adverte o meu coração.
Tenho sempre o Senhor ante meus olhos,
pois se o tenho a meu lado não vacilo.
Eis porque meu coração está em festa
minha alma rejubila de alegria,
pois não haveis de me deixar entregue à morte,
nem vosso amigo conhecer a corrupção.
Até meu corpo no repouso está tranqüilo;
vós me ensinais vosso caminho para a vida!
Junto de vós, felicidade sem limites,
delícia eterna e alegria ao vosso lado!

8 - Segunda LEITURA
Com. “São Francisco de Assis percorria as cidades e os povoados, anunciando o Reino de Deus, proclamando a paz, pregando a salvação e a penitência, não na eloqüência persuasiva da sabedoria humana, mas na doutrina e na força do Espírito.”

Leitura da Primeira Carta de São Paulo Apóstolo aos Gálatas (6, 14-18)
Quanto a mim, não pretendo jamais gloriar-me a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, por quem o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo. Pois a circuncisão de nada vale, nem a incircucisão, e sim a nova criatura. Para todos que seguirem esta regra, a paz e a misericórdia e para o Israel de Deus. De agora em diante, ninguém me moleste, porque trago em mim os sinais de Jesus. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja com vosso espírito. Palavra do Senhor!       
Todos: Graças a Deus!

9- EVANGELHO
Com. “Um dia, ao rezar na solidão, totalmente absorto em Deus, apareceu a Francisco o Cristo Crucificado. A recordação da Paixão de Cristo gravou-se tão profundamente no seu coração que, a partir desse instante, dificilmente podia conter o pranto e deixar de suspirar, quando pensava no Crucificado. Ele mesmo confessou esse fato pouco antes de morrer. Logo compreendeu que se dirigiam a ele aquelas palavras do Evangelho: Quem quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e me siga.”

Evangelho segundo Mateus (Mt 11,25-30)
Naquele tempo, disse Jesus: “Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. Tudo me foi entregue pelo Pai. De modo que ninguém conhece o Filho senão o Pai, e ninguém conhece o Pai senão o Filho e aquele a quem o Filho quiser revelar. Vinde a mim todos vós, fatigados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre os ombros o meu jugo e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e achareis descanso para as vossas almas. Pois meu jugo é suave e meu peso é leve. Palavra da Salvação!     Todos: Glória a vós, Senhor!
10- Homilia

11- Creio

12- ORAÇÃO DOS FIÉIS
P. Rezemos, irmãos caríssimos, a Deus nosso Pai “e lhe rendamos louvor, glória, honra e bênção, porque ele é a nossa força e só ele é bom, só ele é o altíssimo, o onipotente, o admirável, o glorioso Senhor, a quem devemos louvar e glorificar agora e sempre!” Respondamos: Senhor, atendei nossa prece!
1. “São Francisco era um artista consumado que apresentava o exemplo, a regra e os ensinamentos de acordo com os quais a Igreja de Cristo rejuvenescia nos homens e nas mulheres.” Para que a Igreja de Cristo cresça por toda a parte e nós sejamos exemplos de vida cristã, rezemos ao Senhor!
2. “O Senhor Papa, vendo Francisco tão fervoroso no divino serviço, começou a refletir: este é o homem religioso e santo por meio do qual a Igreja de Deus será sustentada e engrandecida.” Para que nosso Papa, a quem “todos devemos reverência e “obediência”, seja sempre abençoado, e seja nosso pai na fé, rezemos ao Senhor!
3. “A todos os que têm poder, aos ministros de estado, juízes e governadores, Frei Francisco, mísero e pequenino servo no Senhor, deseja saúde e paz”. Para que nossos governantes sejam “abençoados por Deus, quando exercem seu cargo em benefício do povo”, e sejam defensores da paz e semeadores do bem, rezemos ao Senhor!
Todos: Senhor, escutai nossa prece!
4. “O sofrimento permite compreender muitas coisas. A mão do Senhor pesou sobre Francisco, que sofreu pesada enfermidade”. Pelos doentes do corpo e do espírito, para que nunca lhes falte a paciência, tenham sempre o conforto da caridade fraterna e encontrem no sofrimento um caminho de redenção, rezemos ao Senhor!
5. “Francisco chegava a convidar para o louvor até a própria Morte, que todos temem e abominam, e, correndo alegre ao seu encontro, convidava-a com hospitalidade: Bem-vinda seja minha irmã, a Morte!”. Pelos nossos falecidos, para que tenham a alegria de contemplar a face de Deus, e por nós, ainda peregrinos e exilados na terra, para que, “desafeiçoados de todas as coisas que debaixo do céu existem, possamos morrer por amor daquele que, por nosso amor, se dignou morrer”, rezemos ao Senhor!
P. “Eterno Deus onipotente, justo c misericordioso, concedei-nos praticar por vossa causa o que reconhecermos ser a vossa vontade e querer sempre o que vos agrade”. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Todos: Amém.

13- oferendas
Com. Apresentemos ao Senhor Deus, as nossas oferendas de vinho e pão, para que sejam transformadas no Corpo e Sangue do Senhor. Junto está nossa vida, oferecida em louvor daquele que se entrega por nosso amor!

14 - Oração Sobre as oferendas
P. Ao apresentarmos, ó Deus, as nossas oferendas, preparai-nos para celebrar o mistério da cruz, que São Francisco de Assis abraçou com tanto amor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito.
Todos: Amém.

15- Prefácio
P. Na verdade, ó Pai, Deus eterno e todo-poderoso, é nosso dever dar-vos graças, é nossa salvação dar-vos glória, em todo tempo e lugar. Vós exaltastes à mais sublime perfeição do Evangelho o vosso servo São Francisco, pelos caminhos da altíssima pobreza e humildade. Inflamado de amor seráfico, vós o fizestes exultar de inefável alegria com todas as obras de vossas mãos, e adornado dos sagrados estigmas, nos apresentastes a imagem do Crucificado Jesus Cristo, Senhor nosso. Por ele louvam os Anjos a vossa majestade, as Dominações vos adoram, e tremem as Potestades. As forças celestes e os Serafins se unem exultantes no vosso louvor. Concedei-nos também associar-nos aos seus louvores, cantando a uma só voz.

16- Santo (Cantado)

17- pai nosso (Cantado)

18- Cordeiro (Cantado)

19- Comunhão
Com. Preparemos nosso ser para acolher o Senhor, que vem a nós na aparência humilde do Pão. São Francisco, em sua reverência pela Eucaristia, convoca-nos a uma adoração que exalta o mistério de um Deus que se entrega a nós por amor. (canto)

20- Depois da Comunhão
P. Oremos: Ó Deus, pela comunhão na vossa Eucaristia, dai-nos imitar São Francisco de Assis em seu zelo apostólico, para que, impregnados da vossa caridade, nos empenhemos na salvação de todos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Todos: Amém.

21- Ação de graças
Com. Nós te apresentamos o nosso louvor, Senhor Deus, porque em tua grande misericórdia, elevaste a figura de São Francisco de Assis a uma santidade tão grandiosa em tua Igreja, por meio de sinais maravilhosos de conversão! Exaltamos o teu nome, louvando e cantando! (canto)

22- comentário Final
Com. O exemplo de vida de São Francisco de Assis continua sendo hoje uma força de transformação na Igreja. Levemos também para a nossa vida esse testemunho! Peçamos ao Senhor que nos dê coragem de mudar o que precisa ser mudado. Que a nossa vida esteja em constante conversão, como a de Francisco! Que ele interceda a Deus por nós, para que possamos ser coerentes com a nossa vida cristã. E que muitos jovens, homens e mulheres, abracem a vocação franciscana e clariana, no seguimento de Jesus!

23- Bênção de São Francisco
(Rezada pelo presidente da celebração)

O Senhor vos abençoe e vos guarde.
O Senhor vos mostre a sua Face
e tenha de vós Misericórdia.
O Senhor volva a vós o seu rosto
e vos dê a Paz.
O Senhor vos abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário