16 de out de 2010

Celebração em honra da Canonização de Santa Camila Varani na Capela do Mosteiro Nazaré




Dia 17 de outubro de 2010 - 8h na Capela do Mosteiro Nazaré 
Em união com a Celebração da Canonização de Camila Varani, Clarissa (em Roma)
29º Domingo do Tempo Comum - Ano C
“Camila Varani viveu a Oração de súplica como um ato de Fé”


Irmãos e irmãs sejam todos bem vindos! Neste domingo em Roma o Papa Bento XVI está canonizando uma Clarissa: Santa Camila Varani. Ela nasceu na Itália, no século XIV, filha do príncipe de Camerino, e escolheu ingressar na Ordem das Irmãs Pobres de Santa Clara. Com espírito de fidelidade à pobreza e grande amor a Jesus Crucificado, reformou a Ordem e fundou dois mosteiros. Teve uma vida muito santa, em oração, silêncio e contemplação. Hoje, com alegria nos unimos a todas as Clarissas no mundo inteiro, especialmente as Clarissas de Camerino na Itália, e a todos os que agora estão em Roma, para celebrar este momento tão importante para a Ordem das Clarissas. Mais uma Santa Clarissa canonizada pela Igreja. Mais uma seguidora de Santa Clara que recebe o reconhecimento nos altares, e que intercede pelas nossas necessidades e súplicas diante de Deus. Peçamos também as graças que necessitamos, nesse dia de festa e de alegria! Iniciemos nossa celebração com o canto...


Antífona da entrada: Clamo por vós, meu Deus, porque me atendestes; inclinai vosso ouvido e escutai-me. Guardai-me como a pupila dos olhos, à sombra das vossas asas abrigai-me (Sl 16,6.8).

Oração do dia: Deus eterno e todo-poderoso, dai-nos a graça de estar sempre ao vosso dispor e vos servir de todo o coração. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Comentarista: Hoje ouviremos a parábola da viúva persistente. Através do tema litúrgico de hoje, o Senhor nos convida à oração perseverante, como foi o exemplo de Santa Camila Varani. A oração cristã antes de tudo é silêncio, para escutar a Deus. Depois se transforma em louvor, ação de graças, profissão de fé, declaração de entrega, pedido. A oração é confiança em Deus, é fonte de energia para começarmos a realizar aquilo que pedimos. A oração perseverante é expressão e alimento da fé em Deus. Diante da oração insistente unida a nossa ação, Deus não deixa de ouvir o clamor do povo. Essa fé no poder da oração levou santa Camila a alcançar graças infinitas da bondade divina. Ouçamos e aprendamos nós também!

1ª leitura – Ex 17, 8-13
Leitura do livro do Êxodo
Naqueles dias 8Os amalecitas vieram atacar Israel em Rafidim. 9Moisés disse a Josué: “Escolhe alguns homens e vai combater contra os amalecitas. Amanhã estarei, de pé, no alto da colina, com a vara de Deus na mão”. 10Josué fez o que Moisés lhe tinha mandado e combateu os amalecitas. Moisés, Aarão e Ur subiram ao topo da colina. 11E, enquanto Moisés conservava a mão levantada, Israel vencia; quando abaixava a mão, vencia Amalec. 12Ora, as mãos de Moisés tornaram-se pesadas. Pegando então uma pedra, colocaram-na debaixo dele para que se sentasse, e Aarão e Ur, um de cada lado sustentavam as mãos de Moisés. Assim, suas mãos não se fatigaram até ao pôr do sol, 13e Josué derrotou Amalec e sua gente a fio de espada.
 Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 120(121)
Do Senhor é que me vem o meu socorro,/do Senhor que fez o céu e fez a terra.
1. Eu levanto os meus olhos para os montes: /de onde pode vir o meu socorro?/ “Do Senhor é que me vem o meu socorro, /do Senhor que fez o céu e fez a terra!”
2. Ele não deixa tropeçarem os meus pés,/e não dorme quem te guarda e te vigia./Oh! não! Ele não dorme nem cochila,/aquele que é o guarda de Israel!
3. O Senhor é o teu guarda, o teu vigia,/é uma sombra protetora à tua direita./Não vai ferir-te o sol durante o dia,/nem a lua através de toda a noite.
4.O Senhor te guardará de todo o mal,/ele mesmo vai cuidar da tua vida!/Deus te guarda na partida e na chegada./Ele te guarda desde agora e para sempre!

2ª leitura – 2Tm 3,14-4,2
Leitura da segunda carta de São Paulo a Timóteo
Caríssimo,14permanece firme naquilo que aprendeste e aceitaste como verdade; tu sabes de quem o aprendeste. 15Desde a infância conheces as Sagradas Escrituras: elas têm o poder de te comunicar a sabedoria
que conduz à salvação pela fé em Cristo Jesus. 16Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar, para argumentar, para corrigir e para educar na justiça, 17a fim de que o homem de Deus seja perfeito e qualificado para toda boa obra. 4,1Diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de vir a julgar os vivos e os mortos,
e em virtude da sua manifestação gloriosa e do seu Reino, eu te peço com insistência: 2proclama a palavra,
insiste oportuna ou importunamente, argumenta, repreende, aconselha, com toda paciência e doutrina.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Lc 18,1-8
Deus fará justiça aos seus
escolhidos que gritam por ele.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 18,1-8
Naquele tempo:
1Jesus contou aos discípulos uma parábola,
para mostrar-lhes a necessidade de rezar sempre,
e nunca desistir, dizendo:
2'Numa cidade havia um juiz que não temia a Deus,
e não respeitava homem algum.
3Na mesma cidade havia uma viúva,
que vinha à procura do juiz, pedindo:
`Faze-me justiça contra o meu adversário!'
4Durante muito tempo, o juiz se recusou.
Por fim, ele pensou:
'Eu não temo a Deus, e não respeito homem algum.
5Mas esta viúva já me está aborrecendo.
Vou fazer-lhe justiça,
para que ela não venha a agredir-me!''
6E o Senhor acrescentou:
'Escutai o que diz este juiz injusto.
7E Deus, não fará justiça aos seus escolhidos,
que dia e noite gritam por ele?
Será que vai fazê-los esperar?
8Eu vos digo que Deus lhes fará justiça bem depressa.
Mas o Filho do homem, quando vier,
será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?'
Palavra da Salvação.

Aclamação ao Evangelho
Aleluia, aleluia, aleluia!
A palavra de Deus é viva e eficaz em suas ações; penetrando os sentimentos, vai ao íntimo dos corações (Hb 4,12).

Evangelho – Lc 18,1-8
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas
Naquele tempo 1Jesus contou aos discípulos uma parábola, para mostrar-lhes a necessidade de rezar sempre, e nunca desistir, dizendo: 2”Numa cidade havia um juiz que não temia a Deus, e não respeitava homem algum. 3Na mesma cidade havia uma viúva, que vinha à procura do juiz, pedindo: “Faze-me justiça contra o meu adversário!” 4Durante muito tempo, o juiz se recusou. Por fim, ele pensou: “Eu não temo a Deus, e não respeito homem algum. 5Mas esta viúva já me está aborrecendo. Vou fazer-lhe justiça,
para que ela não venha a agredir-me!” 6E o Senhor acrescentou: “Escutai o que diz este juiz injusto. 7E Deus, não fará justiça aos seus escolhidos, que dia e noite gritam por ele? Será que vai fazê-los esperar?
8Eu vos digo que Deus lhes fará justiça bem depressa. Mas o Filho do homem, quando vier, será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?”
Palavra da salvação

Oração da assembleia
Pr: Irmãos e irmãs, o Senhor nos pediu que rezássemos sem desanimar. Ouvindo o seu convite, apresentemos nossas súplicas dizendo: Senhor, atendei a nossa prece!
1.Pelo Papa, pelos Bispos, pela Igreja e por seus ministros e agentes de pastoral, rezemos:
2.Pelos que não rezam e não reconhecem o valor da oração, rezemos:
3.Pelas Irmãs Clarissas, para que obtenham santas vocações para a vida claustral, rezemos:
4.Pelos monges e monjas que se dedicam à oração constante, rezemos:
5.Pelos peregrinos que estão em Roma para a canonização de Santa Camila, rezemos:
6.Pelos que suplicam graças pela intercessão de Santa Camila, para que sejam atendidos, rezemos:
7.Pelos missionários e missionárias que deixam sua casa para anunciar o Reino de Deus, rezemos:
8.Pelos pobres, para que sejam atendidos em suas necessidades, rezemos:
Pr: Senhor, sois nosso Pai; infundi em nós um espírito de filhos e filhas que sentem a alegria de ouvir-vos e falar-vos, e pedir-vos com confiança tudo que precisam.Por Cristo, nosso Senhor, na unidade do Espírito Santo.

Sobre as oferendas: Dai-nos, ó Deus, usar os vossos dons servindo-vos com liberdade, para que, purificados pela vossa graça, sejamos renovados pelos mistérios que celebramos em vossa honra. Por Cristo, nosso Senhor.

Antífona da comunhão: O Filho do ho­mem veio dar a sua vida para a salva­ção dos homens (Mc 10,45).

Comentarista: A eucaristia é diálogo entre Deus e cada cristão e cristã. Deus tem a iniciativa, a pessoa humana uma atitude de escuta e resposta. Jesus na eucaristia é o modo pelo qual Deus nos propõe a salvação do ser humano. Camila Varani viveu de uma confiança extraordinária na força da Eucaristia. Junto dela caminhemos confiantes hoje para receber o Senhor Jesus que transforma nossa vida!

Depois da comunhão: Ó Deus, santificai-nos pela comu­nhão na vossa mesa e fazei que as nações recebam com alegria, pelo sacramento da vossa Igreja, a salvação realizada na cruz. Por Cristo, nosso Senhor.

Oração à Santa Camila Varani, Clarissa
Trindade Santa, concedeste a Camila Batista viver como verdadeira filha do Pai,
aderir ao Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo
e deixar-se plasmar pelo fogo do Espírito Santo.
Dá-me a graça de imitar o seu exemplo e fazer também da minha vida
um reflexo de tua beleza e de tua santidade. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário