4 de jan de 2009

Ordem de Santa Clara


Ordem de Santa Clara

A fundadora de nossa Ordem é Santa Clara de Assis, juntamente com São Francisco de Assis. A Ordem das Irmãs Clarissas foi fundada no ano de 1211. Clara consagrou-se a Deus no dia 28 de março, noite do domingo de ramos para segunda-feira santa, na igrejinha de Santa Maria dos Anjos, na Porciúncula, perto de Assis. Viveu um pequeno período em dois mosteiros beneditinos, até que foi conduzida por Francisco ao Mosteiro de São Damião, que ele próprio reconstruíra, próximo à cidade de Assis. Ali, com sua irmã Inês e algumas companheiras, deu início a uma vida de oração e silêncio, na clausura e no escondimento; logo muitas jovens irmãs vieram fazer parte desta sororidade. Foram chamadas inicialmente de “damianitas” ou de “Pobres Damas” ou de “Senhoras Pobres Enclausuradas”; mais tarde receberam o nome jurídico de Ordem de Santa Clara e foram designadas como Clarissas. A fundadora, Santa Clara de Assis, morreu a 11 de agosto de 1253, tendo conseguido, dois dias antes, a aprovação de sua Forma de Vida, a primeira na Igreja a ser escrita por uma mulher e aprovada pela Igreja. A Ordem das Clarissas teve uma extraordinária expansão ainda no século XIII e depois, continuou crescendo nos séculos seguintes com muitas fundações. Os Mosteiros são independentes. Existem mais de novecentos mosteiros no mundo, são mais de vinte mil clarissas. A Ordem de Santa Clara é contemplativa e vive a clausura. Não fazemos trabalhos na pastoral. Nossa “pastoral”, nossa missão e carisma na Igreja é a oração intensa para todas as necessidades da Igreja e do mundo. Somos contemplativas. Nossa missão na Igreja é ser orantes e intercessoras. Grande parte do dia e da noite estamos em nosso ponto de sentinelas vigilantes, na contemplação silenciosa de nosso amado Deus, na adoração amorosa a Jesus Sacramentado exposto em nossa capela interna, no canto do Oficio Divino ou Liturgia das Horas, integralmente rezado, e na Celebração Eucarística diária. Sempre em súplica intercessora junto de Deus. É isto que esperam de nós as muitas pessoas que vêm até o Mosteiro, pedindo para rezar pelas mais variadas intenções possíveis. O Mosteiro das Clarissas se torna um coração aberto para todas as lutas, alegrias, vitórias e sofrimentos que atingem a humanidade. Em determinados horários, há uma irmã disponível para atender, ouvir e dar a certeza de que todos os problemas, anseios e dores são levados a Deus em forma de prece.

6 comentários:

  1. Que Deus continue sempre a abençoar essa ordem,fundada por alquem tão dedicada e decidida
    pelos desígnios do Nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo.
    Santa Clara, rogai sempre pelas vocações.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, irmãs, pelo blogue! Alguma coisa edificante na Internet. Paz e bem!

    ResponderExcluir
  3. Irmãs Clarissas,
    Vocês são uma bênção na vida da Igreja!
    Com carinho, Albertina

    ResponderExcluir
  4. Queridas irmãs, é com carinho que me dirijo a vocês.Minha experiência no Mosteiro enriqueceu minha vida e é com muitas saudades e desprendimento que me desligo daquilo que achava ser minha vocação. Minha vida agora é outra realidade, cheia de provas e desafios. Mas, é aqui fora. Continuem a rezar por mim...

    ResponderExcluir
  5. Irmãs,
    Há muito tempo desejava conhecer as Clarissas e vi vocês aqui na internet. Vi o e-mail e vou entrar em contato para um acompanhamento e orientação vocacional. Gostaria muito de esclarecer o que Deus quer de mim.
    Eu me chamo Aléssia e deixo o meu abraço.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Irmãs pelo site.Que Deus abençoe vocês e suscite muitas vocações para a Igreja.Vocês sõa uma benção para nós.Bjs

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário